Carregando

Buscar

Futebol

Moisés Ribeiro, da Chapecoense, desabafa em entrevista: “É vergonhoso o que estamos vivendo”

Compartilhe

Em entrevista na saída de campo após derrota no primeiro tempo contra o Internacional, o volante Moisés Ribeiro desabafou. Não citou nomes, disse que todos precisam dar mais e lembrou da tragédia aérea do clube, que deixou 71 mortos em 2016.

“Difícil cara, muito difícil. Eu vou desabafar. Quem veste essa camisa aqui, eu tô nesse clube há muito tempo, mas quem veste essa camisa aqui tem que correr mais, cara. Tem que se doar mais, é vergonhoso o que estamos vivendo nesse campeonato, cara, o que estamos passando”, disse o jogador, ao ser perguntado sobre uma possível “falta de concentração” no início do jogo.

Ele continuou, falando sobre a história do clube: “Temos que correr por aqueles que lutaram pra pôr a Chapecoense onde está hoje (na Série A). Aqueles que perderam suas vidas num acidente fatal, foram meus amigos, são meus amigos… então quem vestir essa camisa aqui, todos, eu, tem que dar mais, cara… muito mais. É pouco pra Chapecoense, muito pouco. Peço desculpas pra quem tá assistindo, mas é um desabafo, do fundo do meu coração. É pouco, precisamos de mais”, disse.

Moisés e não quis indicar “culpados” pela situação: “Não tem apontar dedo. É o conjunto, são todos, não tem especificamente alguém, todos tem culpa. (Quero) Pedir desculpas a todos que amam esse escudo aqui. É vergonhoso”, terminou.

Confira a fala de Moisés Ribeiro, da Chapecoense:

Foto de capa: Reprodução/Twitter
João Felix

Em destaque