Carregando

Buscar

Futebol

Hernanes se explica após virar cooler na cabeça:  “Eu era ovelha, mas agora sou Leão”

Hernanes
Compartilhe
O Sport, que parecia sem forças no Campeonato Brasileiro, está em uma crescente na temporada. O Leão da Ilha conseguiu duas vitórias seguidas, contra Grêmio e Juventude, e encostou nas três primeiras equipes para deixar a zona de rebaixamento. Entretanto, além da vitória na última quarta-feira (6), outro fato chamou atenção. No banco de reservas, Hernanes virou um cooler na cabeça e viralizou nas redes sociais. Nesta quinta-feira (7), o meio-campista se explicou. 
 
“Então, chegamos em casa, acabamos de jantar, e como eu tenho recebido várias mensagens de pessoas preocupadas com as minhas reações dentro de campo, queria vos dizer o seguinte: Não se preocupem, está tudo bem. O ponto é que eu era ovelha, mas agora eu sou Leão, meu irmão. Eu sou leão! E eu vou rugir. Porque não vou aceitar injustiças, gente brincando com coisa séria. Não vou aceitar mais não. Não. Vou rugir. Sou leão!”, disse Hernanes em seu Instagram. 
O jogador ainda explicou que sua reação de jogar o cooler na cabeça se trata na verdade de uma técnica psicológica. Além disso, o meio-campista disse que tomou a atitude por estar muito irritado por receber seu terceiro cartão amarelo (veja o vídeo). 

Foto de capa: Divulgação Sport Recife
João Felix

“Eu só queria deixar claro que a minha reação… Isso é uma técnica que eu aprendi com uma psicóloga. Quando você está muito nervoso, o sangue sobre para a cabeça, coloque gelo na cabeça, coloque gelo nos pulsos. E eu fiquei muito irritado de ter recebido o terceiro cartão, estar fora do próximo jogo. Eu sei que eu tenho que me acalmar, mas, como eu falei: eu não aceito mais injustiças. Eu não aceito mais gente brincando com coisa séria, eu não aceito mais amadorismo, tá ligado?”, explicou.

Em destaque