Carregando

Buscar

Futebol

Delegação de Guiné-Bissau sofre mal estar coletivo e acusa Marrocos de sabotagem em jantar

Compartilhe

A delegação de Guiné-Bissau sofreu um mal estar coletivo às vésperas do jogo contra Marrocos, válido pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Ao todo, 25 jogadores e toda a comissão técnica sofreu com diarreia, vômito e outros sintomas que indicam intoxicação alimentar. O fato gerou uma grande polêmica, afinal, eles estavam hospedados em Marrocos e acusam o time da casa de sabotagem.

Via nota, a federação de Guiné-Bissau informou que alguns atletas precisaram ser levados ao hospital. Neste sentido, os representantes levantaram a hipótese de um possível adiamento do jogo, porém, ele segue sendo realizado normalmente. A bola rolou às 16h00 (horário de Brasília). Em imagens divulgadas pelo site “Football365 Afrique”, foram vistos alguns jogadores passando mal.

Imagem: Reprodução/Football365 Afrique
João Felix

Não bastasse os bastidores, o jogo vale a liderança do Grupo I das Eliminatórias Africanas. Enquanto Guiné-Bissau lidera com 4 pontos, Marrocos vem logo atrás com 3 pontos. Apenas o líder avança para a próxima fase. Até o momento, o jogo está empatado em 0 a 0.

Imagem de capa: Reprodução/Football365 Afrique

Em destaque