Carregando

Buscar

Futebol Stick

Barcos afirma que saídas de Palmeiras e Grêmio não foram sua culpa: “Se o clube quer vender você, ele vende você”

Compartilhe

Figura conhecida no futebol brasileiro, Hernán Barcos já defendeu Palmeiras e Grêmio, e atualmente está no Alianza Lima, do Peru. Em entrevista ao jornal “As”, o jogador revelou os bastidores das saídas dos times do Brasil.

Segundo ele, todas elas aconteceram contra a sua vontade, já que as propostas eram boas para os clubes e não tinha como recusar. Foi assim no Palmeiras e, posteriormente quando precisou ir ao Grêmio. Na sequência, uma oferta alta da China foi aceita pelos gaúchos.

Pelo Verdão, Barcos conquistou a Copa do Brasil de 2012. No Tricolor, realizou 113 jogos oficiais e marcou 45 gols.

O jogador geralmente é culpado quando sai. A realidade, porém, indica que quem tem menos força é o jogador. Se o clube quer vender você, ele vende você. Acontece com todos nós, qualquer um pode se sentir identificado. É normal, porque o clube tem que fazer a sua parte e o jogador, a sua. A verdade nem sempre é revelada”.

Foto de capa: Getty Images
João Felix

“Normalmente, acontece com os atacantes que se você andar muito bem, você tem um milhão de ofertas e eles te vendem. E se você estiver errado, eles o expulsam. Sempre há opções. É muito difícil ficar muito tempo. Quando cheguei ao Grêmio, onde estive dois anos, estava muito bem, muito tranquilo, eu era o capitão, e veio uma oferta da China que o clube não pôde recusar. O que faz? Você tem que ir, e assim por diante, muitas vezes. No Palmeiras mesmo, foi muito bom, mas o Grêmio chegou, colocou o dinheiro na mesa e eu tive que ir”.

Em destaque