Carregando

Buscar

Futebol

Paulinho decidiu rescindir com o Al-Ahli devido a “choque de realidade”, afirma jornalista

Compartilhe

O Al-Ahli anunciou a rescisão com Paulinho na tarde de sábado e afirmou que o fim do vínculo foi de forma mútua. No entanto, não detalhou os motivos e também que a intenção partiu o atleta. De acordo com o jornalista Jorge Nicola, o volante teve um “choque de realidade” ao chegar no clube árabe e decidiu quebrar o acordo.

“O ambiente do clube é muito amador. Foi um choque e ele preferiu pedir a rescisão e ir embora. Simples assim”, afirmou um amigo do jogador. O ex-Corinthians tinha contrato até 2024 e iria receber 4 milhões de dólares por ano, valor equivalente a cerca de R$ 21 milhões na cotação atual, além de bônus por metas alcançadas.

Livre no mercado, Paulinho tem poucas opções para seguir atuando em 2021, já que a maioria das janelas está fechada. Os únicos mercados são do México, Argentina e Catar. Para o futebol brasileiro, pesar do prazo de inscrição no Brasileirão ser até 24 de setembro, o volante não tem condição de jogar porque se tornou um jogador livre após o fechamento da janela, em 30 de agosto.

Foto de capa: Getty Iages
João Felix

Vale destacar que, segundo o jornalista Samir Carvalho, o Corinthians já abriu conversas para repatriar o volante, que atuou no clube entre 2010 e 2013, onde disputou 167 partidas, 34 gols marcados e os títulos do Campeonato Brasileiro de 2011, Libertadores e Mundial de Clubes de 2012, e Campeonato Paulista de 2013.

Em destaque