Carregando

Buscar

Futebol

Em documentário, Koeman revela que Laporta buscou um substituto para ele ao fim da última temporada

Compartilhe

Um documentário exibido na Holanda, chamado de ‘Força, Koeman’, revelou detalhes dos bastidores do Barcelona, principalmente da relação do treinador Ronald Koeman com o presidente do clube, Joan Laporta.

Uma das falas que mais chamou a atenção foi quando Koeman expôs que Laporta estava em busca de um substituto para ele ao fim da temporada passada. O treinador explicou: “Nos dávamos bem. E então o presidente me disse: “Ainda tenho dúvidas (sobre permanência de Koeman). Precisamos de mais tempo e buscaremos outras opções para o cargo. Não podemos esclarecer mais.”

Segundo o documentário, a conversa ocorreu ao fim da temporada 20/21. Koeman foi contratado pela gestão anterior a de Laporta e por isso, sua permanência no cargo foi colocada em cheque. O empresário do treinador, Rob Jansen, afirmou que o presidente do Barcelona relatou precisar de duas a três semanas para encontrar um substituto, caso não encontrassem, Koeman permaneceria no cargo.

Foto destaque: Getty Images

João Felix

Com a decisão tomada por Laporta, o treinador Ronald Koeman detalhou a sua reação: “O presidente é o presidente e está aqui para tomar decisões. Eu disse que se eu não era bom o suficiente para treinar o time, que poderíamos encerrar a história. Eu disse: ‘Resolva se não me quer. Faça isso. Mas não me deixe com essa incerteza, me dizendo que vai buscar outras opções.”

Apesar das declarações, treinador e presidente entraram em um acordo e mantiveram a parceria, entretanto o agente de Koeman também revelou ao documentário: “Eu não voltei a falar com Laporta. Mas, por sorte, as pessoas que estavam em volta contribuíram para que Koeman ficasse. Então, o presidente saiu na imprensa dizendo que continuariam juntos, que eram amigos. Esta é a hipocrisia do esporte de alto nível.”

Em destaque