Carregando

Buscar

Futebol

Em jogo polêmico, Cruzeiro empata com Operário e torcida vai à loucura

Compartilhe

Nesta quinta-feira (16), o Cruzeiro enfrentou o Operário, em partida válida pela Série B do Campeonato Brasileiro. O duelo, que marcou o retorno do público aos estádios, estava se encaminhando para um empate, entretanto terminou com uma reviravolta e muita confusão.

A Raposa abriu o placar aos 16 minutos, com gol de Claudinho. O jogo seguiu normalmente, até que aos 34 minutos a primeira polêmica aconteceu. O árbitro foi ao VAR checar um possível pênalti para o Operário, após quase cinco minutos de análise, foi definido a penalidade máxima e o Operário empatou.

No segundo tempo, o duelo seguiu normalmente até os últimos minutos. O árbitro, primeiramente, deu sete minutos de acréscimos, levando o jogo até os 52 minutos. Próximo do apito final, Marcelo Moreno ampliou o placar para a Raposa, a torcida presente foi à loucura.

Após muita reclamação por parte do Operário, alegando um toque de mão do jogador cruzeirense, o árbitro foi ao VAR e permaneceu por quase 10 minutos analisando o lance e por fim anulou o gol. Revoltados com a decisão, jogadores do Cruzeiro partiram para cima do árbitro cobrando explicações, na confusão o técnico Vanderlei Luxemburgo foi expulso. 

Após muita confusão, empurrões e xingamentos, a partida foi finalizada somente aos 65 minutos, 20 minutos a mais do que o estipulado. 

Por conta da confusão, a torcida foi à loucura na web. Confira 

Foto destaque: Cruzeiro

João Felix

 

 

 

Em destaque