Carregando

Buscar

Futebol

Abel Ferreira, Patrick de Paula e João Martins não são punidos pelo STJD por expulsão contra o Atlético-MG

Compartilhe

O STJD julgou Abel Ferreira, o auxiliar João Martins e o meio-campista Patrick de Paula na manhã desta quarta-feira, e decidiu não punir o trio pela expulsão na partida contra o Atlético-MG, disputada no dia 14 de agosto.

Com isso, todos estarão à disposição para o jogo contra a Chapecoense, no próximo sábado, às 17h (horário de Brasília), pelo Brasileirão. Patrick de Paula e João Martins foram absolvidos por unanimidade de votos, e Abel Ferreira teve denúncia retirada pela Procuradoria.

O trio foi denunciado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que fala em “assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva” e tem punição prevista de uma a seis partidas de suspensão.

No entanto, devido ao cartão vermelho recebido, os três já cumpriram suspensão automática de um jogo, que foi contra o Cuiabá, e poderão acompanhar o Palmeiras nos próximos compromissos.

Foto de capa: Cesar Greco/Palmeiras
João Felix

A arbitragem do confronto contra o Atlético-MG gerou muita reclamação por parte do time paulista. O Palmeiras entendeu  que Patrick de Paula recebeu cartão vermelho na primeira etapa do confronto disputado no Mineirão após ter escorregado.

Por reclamação, Abel Ferreira e João Martins também foram expulsos antes do intervalo, o que aumentou a revolta. Na súmula, o árbitro relatou que mostrou cartão vermelho para o treinador “por ter protestado reiteradamente e acintosamente, com gestos e palavras (que não foram possíveis identificar o que foi falado), contra a decisão da arbitragem”.

Em destaque