Carregando

Buscar

Futebol

Presidente do Tupi é preso em Juiz de Fora por posse de armas sem registro

Compartilhe

O presidente do Tupi, José Luiz Mauler Júnior passará a noite desta segunda-feira no Centro de Remanejamento Provisório (Ceresp) em Juiz de Fora. O mandatário, conhecido como “Juninho” ,não pagou a fiança de R$ 50 mil estipulada pela Polícia Civil, que o prendeu em flagrante por posse de armas de fogo sem registro, de acordo com informações do “Globo Esporte”.

O armamento e as munições foram apreendidas por meio de mandados de busca e apreensão, realizados na manhã desta segunda-feira. Os mandados fazem parte da “Operação Tupi: Jogando Limpo, que, além das armas de fogo, apreendeu computadores e outros documentos, como atas de reunião. O inquérito investiga irregularidades na base do clube mineiro.

Foto: Reprodução
Polícia Civil/Divulgação

A delegada Ione Barbosa suspeita que José Luiz Mauler Júnior esteja dificultando o trabalho da polícia, ocultando documentos e outras provas do caso. A Polícia Civil trabalha inclusive com a possibilidade de decretar a prisão preventiva do dirigente do Tupi por conta das investigações.

O mandatário terá de responder pela posse do armamento irregular mesmo se pagar a fiança posteriormente. As investigações do caso seguem.

Foto de capa: Getty Images
João Felix

Em destaque