Carregando

Buscar

Futebol

Com cláusula que permite saída em 2022, Haaland pode reforçar o Real Madrid junto de Mbappé

Compartilhe

O Real Madrid pode ter dois grandes nomes no elenco na próxima temporada. Enquanto Mbappé poderá sair de graça do PSG e rumar a Madri em janeiro, Haaland tem uma cláusula de rescisão que o permite deixar o clube no próximo ano.  A tal provisão contratual já poderia ser ativada no começo do próximo ano, segundo informação do “90min”, e na qual qualquer time que pagar, pelo menos, 70 milhões de libras (pouco mais de R$ 505,5 milhões) ao time alemão levará o jogador.

O presidente da La Liga, Javier Tebas, afirmou que o clube tem dinheiro suficiente para comprar a dupla, já que conseguiu vender nesta janela 200 milhões de euros em jogadores. “Eles têm dinheiro suficiente para assinar os dois Mbappe e  Haaland juntos. Eles não perderam dinheiro. Além disso, eles venderam ativos”.

Tebas ainda criticou as regras de transferência da Ligue 1 e disse que o estilo de negócio do Campeonato Francês está prejudicando o mercado europeu. Para ele, o sistema da Uefa está errado, já que o PSG rejeitou ofertas milionárias do Real Madrid por Mbappé.

“Estamos retrocedendo do jeito que deveria ser. É preciso atrair investidores, mas não com aportes ilimitados e perdas constantes. Isso não seria permitido em outro setor. Eles preferem ganhar a Liga dos Campeões e perder um bilhão de euros. Dessa forma, eles mantêm seus fãs felizes porque ganharam a Champions League, mas arruinaram o futebol. É muito perigoso”.

Ainda acrescentou: “O que não é compreensível é que alguém que perde 400 milhões de euros, gasta 500 milhões de euros com salários e ainda pode rejeitar ofertas como a do Mbappe. As regras na França estão falhas, estão prejudicando o mercado europeu. O sistema da Uefa está errado”.

Foto de capa: Getty Images
João Felix

Em destaque