Carregando

Buscar

Futebol

Reestreia de Cristiano Ronaldo no Manchester United é marcada por faixa com nome de mulher que acusou o craque de estupra

Compartilhe

Cristiano Ronaldo estreou no Manchester United com classe: marcou dois gols na vitória por 4 a 1 em cima do Newcastle, pelo Inglês. No entanto, a partida foi marcada também por um protesto contra o craque, foi acusado de estupro em 2009.

Durante o jogo, um avião sobrevoou o estádio Old Trafford com uma faixa “Believe Kathryn Mayorga” (Acredite em Kathryn Mayorga). A ação partiu do grupo feminista britânico “Level Up”, em apoio à mulher que acusa CR7 de estupro. Na época em que ocorreu a denúncia, o jogador também defendia o United.

Foto: Reprodução

“Vamos dizer NÃO à cultura do silêncio sobre abusos na comunidade do futebol. Eu acredito em Kathryn Mayorga quando ela diz que Cristiano Ronaldo a estuprou em 2009. Eu acredito que Ronaldo deve ser responsabilizado. Eu acredito em solidariedade, não silêncio. Chegou a hora do futebol encarar a horrível realidade do estupro”, escreveu o grupo, que lançou um manifesto relembrando o caso.

Foto de capa: Getty Images
João Felix

Relembre o caso:

A americana Kethryn Mayorga afirma ter sido estuprada por Cristiano Ronaldo em junho de 2009, quando o jogador passava férias em Las Vegas, semanas antes de concretizar sua transferência ao Real Madrid. Naquele dia, Ronaldo se encontrou com Kathryn e foi fotografado com ela em uma casa noturna da cidade. A mulher afirma que o jogador a convidou ao quarto de um hotel, onde ela teria sido estuprada.

Em destaque