Carregando

Buscar

Futebol

Torcida do Grêmio protesta, tenta invadir CT e joga pedras e rojões no ônibus

Compartilhe

Na manhã desta quarta-feira (1), torcedores do Grêmio organizaram um protesto na frente do Centro de Treinamentos da equipe. Chateados com o mau momento que a equipe vive, o que era para ser um protesto pacífico terminou em confronto com a polícia e disparo de gás lacrimogênio e bala de borracha.

Quatro torcidas organizadas do Grêmio estiveram presentes na manifestação. Com faixas contra jogadores e membros da diretoria, os torcedores esperavam a chegada dos jogadores no CT. No momento em que o ônibus com atletas se aproximou, houve tentativa de invasão ao local, além de pedras e rojões sendo disparados em direção ao veículo. 

Foto destaque: Reprodução/Internet

João Felix

Para conter os presentes, a Brigada Militar agiu com bombas de gás lacrimogênio e houve tumulto no local. O protesto foi direcionado especificamente ao presidente Romildo Bolzan, ao vice Marcos Herrmann e aos atletas Ferreira, Luiz Fernando, Diogo Barbosa, Cortez, Everton, Paulo Miranda e Victor Ferraz. 

Em destaque