Carregando

Buscar

Futebol

Em crise financeira, Barcelona perde 26 mil sócios após saída de Messi

Compartilhe

De acordo com a rádio catalã “Catalunya Radio”, o Barcelona já está sofrendo as consequências pela saída de Lionel Messi do clube. Desde que o craque argentino se transferiu para o PSG, cerca de 26 mil associados cancelaram o plano de sócio-torcedor. 

Em crise financeira, os espanhóis não puderam se movimentar intensamente no mercado devido ao desequilíbrio econômico causado pelas contas. Com o cenário agravado pela pandemia de Covid-19, houve um limite evidente em negociações para buscar reforços.

Antes do dia 1 de agosto, prazo máximo para a renovação do programa de sócio-torcedor, já existiam especulações em torno da continuidade ou não de Messi no time. De 83 mil sócios, o número foi para 57 mil, o que representa um prejuízo de 40 milhões de euros no faturamento.

João Felix

Não bastasse o que deixou de ganhar sem seu principal jogador, a diretoria do Barcelona ainda tem que lidar com outro problema: os protocolos sanitários de combate à Covid-19 geram um rombo de 34 milhões de euros no ano, de ganhos da bilheteria. 

Presidente do clube catalão, Joan Laporta revelou nesta semana que as dívidas do Barcelona são de aproximadamente 1,16 bilhões de euros. 

Foto de capa: Twitter/FC Barcelona

Em destaque