Carregando

Buscar

Futebol

Apresentado no Atlético, Diego Costa se diz impressionado com torcida e elogia: “A Massa é diferente”

Compartilhe

Novo reforço do Atlético-MG, o atacante Diego Costa foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira (19), em Belo Horizonte, um dia após a classificação da equipe para as semifinais da Libertadores. O jogador, de 32 anos, já tem seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF – o que significa que a estreia em campo está autorizada. 

Diego Costa marcou presença no Mineirão durante a vitória do Galo por 3 a 0 sobre o River Plate, da Argentina, na última quarta-feira. Palco da partida, o Mineirão teve 30% de sua capacidade total liberada para o público e cerca de 17 mil pessoas compareceram.

“Senti toda atmofesra. Me falaram que eram 16 mil torcedores, mas pareciam muito mais. O time está numa dinâmica muito linda e vem fazendo uma temporada muito bonita. Espero estar ali dentro de campo para fazer a alegria da Massa. Senti o calor da torcida e fiquei bastante impressionado. Joguei em grandes clubes da Europa, mas deu para sentir que a Massa é diferente. É bem gratificante. Espero retribuir dentro de campo dando muita alegria”, destacou o novo reforço do Atlético-MG. 

João Felix

RETORNO AO BRASIL

Depois de 14 anos atuando no futebol europeu, o ex-atacante do Atlético de Madrid decidiu retornar ao futebol brasileiro, onde sequer jogou profissionalmente antes de construir carreira no exterior. “Estou feliz e ansioso. É tudo muito novo para mim, pois fiz a carreira toda na Europa. Tem a mistura de felicidade e ansiedade para poder estrear e ver como será a adaptação minha e da minha família, principalmente”, salientou. 

Mesmo com a vida toda baseada em solo europeu, Diego Costa foi atraído pelo projeto do Attlético-MG. Durante a entrevista coletiva, o brasileiro naturalizado espanhol explicou o porquê de tomado a decisão de voltar ao futebol brasileiro. 

“Lógico que eu tinha minha vida lá (na Europa) e tinha outras possibilidades. Este projeto é muito maior na questão profissional. A fase é boa, está tudo bonito, mas no futebol as coisas mudam de um dia para o outro, então é manter os pés no chão. Dentro do grupo, tem que ser assim, até pela experiência que a vida me deu. Não adianta fazer uma campanha tão bonita e não conquistar os objetivos”, finalizou.

Foto da capa: Divulgação/Atlético-MG

Em destaque