Carregando

Buscar

Futebol

Festa clandestina em estádio na Noruega vira caso de polícia após denúncia de agressão

Compartilhe

Na última semana, uma festa clandestina realizada dentro do estádio do SK Brann, tornou-se caso de polícia. Segundo informações do jornal ‘Bergens Tidende’, a comemoração foi organizada por alguns jogadores que permaneceram no local após o fim das atividades no clube.

Os atletas haviam convidado sete mulheres e o ‘encontro’ teria virado uma orgia nos vestiários e gramado do estádio. Inclusive, as câmeras de segurança do local, flagraram a movimentação. 

Segundo o jornal ‘The Sun’, após a festa, uma das convidadas alegou ter sido agredida sexualmente, causando assim a investigação da polícia. 

Em comunicado oficial, o Brann confirmou ter acontecido a festa e se colocou à disposição para prestar esclarecimentos. 

Estamos cooperando com a polícia para chegar ao fim deste caso e estive na delegacia. Temos, naturalmente, um diálogo estreito com aqueles que participaram da festa e há muitas considerações a fazer em um caso inaceitável e triste como este. Externamente, expressamos claramente o que pensamos sobre o fato de uma festa ter sido organizada no estádio em violação às nossas diretrizes internas. Fornecemos as informações que pudemos fornecer e estamos fazendo o possível para ajudar a polícia.”

Foto destaque: Reprodução/Bergens Tindende

João Felix

E seguiu: “Limitaremos o tempo de acesso dos jogadores ao estádio à noite e faremos alterações no código de alarme. Também estamos cientes de que existem rumores de uso de drogas ilegais, por isso faremos testes tanto nas áreas do estádio quanto nos jogadores. Devemos enfatizar que são apenas boatos, mas fazemos isso para esclarecer tudo isto. Entendemos perfeitamente que há muitas pessoas furiosas. Nós também. Portanto, não vamos parar de trabalhar neste caso até que tenhamos todos os fatos sobre a mesa e, então, trabalharemos para reconquistar a confiança.”

Em destaque