Carregando

Buscar

Futebol

Tite explica primeira convocação de Claudinho, retorno de Daniel Alves e elogia Raphinha

Compartilhe

Tite divulgou a lista de convocados nesta sexta-feira com algumas novidades, principalmente após o ouro olímpico. O treinador explicou alguns nomes novos entre os já conhecidos, como Claudinho e Raphinha, e também o retorno de Daniel Alves à lateral.

Sobre Claudinho, o comandante ressaltou que a convocação foi devido ao trabalho feito no Bragantino. O meia foi anunciado na manhã desta sexta-feira pelo Zenit, da Rússia, e usará a camisa 11. 

O auxiliar Cesar Sampaio explicou a escolha por Raphinha, atualmente no Leeds United. Ele disse que buscou informações do início do jogador no Avaí. 

“Vínhamos acompanhando há um tempo, quando ele subiu, com desempenho também na primeira divisão. O Leeds ficou em nono lugar. As informações que temos é de um atleta que tem característica técnica de drible acentuada, ele é um dos assistentes da Premier League e da sua equipe. Jogador decisivo do gol-chave, como chamamos. Terceiro e quarto gol na pelada eu faço também (risos). Tem participação importante e decisiva. Ele traz componentes técnico, de velocidade do extremo e de qualidade técnica”, avaliou Tite.

Foto de capa: Getty Images
João Felix

Já sobre Daniel Alves, que conquistou o ouro olímpico em Tóquio na última semana, o treinador justificou o retorno pela “capacidade de se reciclar”. 

“Me sinto muito bem para falar de Daniel Alves. Falar da qualidade técnica é redundância, dos títulos é chover no molhado. Tem capacidade de se reciclar, de estar aberto e de passar seus conhecimentos. Ele tem sempre uma visão otimista, comportamento dentro e fora do campo são exemplares”.

Tite ainda comentou sobre as ausências de Renan Lodi e Douglas Luiz. “Quando a gente fala de competição em alto nível é isso. Eles vão continuar sendo acompanhados. É o Douglas retomar o seu melhor nível, jogar muito no seu clube e voltar. O Renan Lodi não vem participando dos jogos no início no Atlético de Madrid, mas só de treinamentos. E fundamentalmente eu conversei com ele porque não é por conta de um erro individual que não volta, aqui não tem isso. Não tem cortar a cabeça de ninguém. É um grande jogador. Merece meu respeito”. 

Nomes como Hulk, Gerson e Diego Carlos também foram lembrados durante a coletiva, e o treinador junto ao auxiliar explicaram o motivo da não-convocação e também sobre o futuro.

“Diego Carlos esteve com a gente. Ele faz parte da nossa lista larga. E o Gerson nessa transferência fez cinco jogos pelo Olympique, o Sampaoli ainda está buscando o melhor local na equipe para ter o melhor do Gerson. Serão lembrados se estiverem bem. Claro que os grandes atletas em alto nível estão sempre sendo acompanhados, ele (Hulk) está dentro daquilo que buscamos de todos que estão se destacando”.

Em destaque