Carregando

Buscar

Futebol

Câmara do Rio vai homenagear jogador Paulinho por combate à intolerância religiosa

Compartilhe

Foi durante a estreia do Brasil nos Jogos Olímpicos que o jogador Paulinho fez questão de homenagear sua religião, o Candomblé. Logo após marcar o quarto gol da vitória do Brasil contra Alemanha, o atleta comemorou fazendo o sinal de flecha, em alusão a Oxóssi, orixá da religião de matriz africana.

Esse ato, fez com que a Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro oferecesse ao atleta a Medalha Pedro Ernesto, a maior honraria da Câmara do Rio. A homenagem será pela contribuição de Paulinho contra a intolerância religiosa.

Foto destaque: Divulgação

João Felix

O pedido veio do vereador Átila Nunes (DEM) e prontamente foi aprovado pelo restante dos vereadores. Apesar disso, não se sabe quando Paulinho irá receber a homenagem, visto que retornou do Japão diretamente para a Alemanha, onde defende o Bayern Leverkusen. A expectativa é que o irmão do jogador esteja representando durante a cerimônia.

Nas redes sociais, o vereador Átila Nunes (DEM) explicou o motivo do pedido: “Paulinho fez uma grande contribuição para o combate à intolerância religiosa ao homenagear na estreia da seleção olímpica, em Tóquio, o orixá Oxóssi, sacando uma flecha imaginária das costas após fazer o gol. Foi a imagem mais poderosa do jogo e fortaleceu o debate sobre o respeito à diversidade religiosa.”

Em destaque