Carregando

Buscar

Futebol Stick

Fim de uma era: Messi se despede do Barcelona após mais de 20 anos; relembre a trajetória do ídolo

Compartilhe

O dia do adeus de Lionel Messi ao Barcelona chegou. Neste domingo, o ídolo catalão concedeu uma entrevista coletiva bastante emocionante, onde se emocionou, ao se despedir oficialmente do clube. O argentino revelou ser um dos dias mais difíceis de sua vida, já que foram mais de 20 anos defendendo as cores do time e colecionando títulos em grupo, individual e vitórias. 

Messi chegou ao Barcelona em 2003, quando atuava pelas categorias de base, e já foi um dos destaques da época, apesar de bastante criticado pela sua baixa estatura. Sua estreia na equipe profissional aconteceu no dia 16 de outubro de 2004, na partida contra o Espanyol.

No entanto, marcou seu primeiro gol apenas no dia 1 de maio de 2005, no Camp Nou, após receber passe de Ronaldinho Gaúcho, o último jogador a ter a camisa 10 do Barcelona. A assistência pode ter significado o Bruxo passando seu reinado ao argentino. 

No mesmo ano, marcou seu primeiro gol na Liga dos Campeões. No entanto, não participou da decisão contra o Arsenal em 2006, pois estava machucado e era bastante jovem. A vitória do Barça foi comandada por Eto’o e Belletti, com participação especial de Ronaldinho Gaúcho. 

Já em sua segunda temporada pelo time, Messi conquistou a Liga dos Campeões e foi bicampeão do Campeonato Espanhol. Mesmo atuando em apenas sete jogos, ele participou diretamente de oito jogos. 

No entanto, apenas em 2008/09 que o craque começou a escrever a sua trajetória como referência do Barcelona, após a chegada de Pep Guardiola. Sob o comando do técnico, Messi atuou em 219 jogos e marcou 211 gols, mais do que com qualquer outro treinador, de acordo com informações do “Opta”. Na temporada citada, o argentino fez 23 gols e distribuiu 12 assistências em 31 jogos. Além disso, conquistou a tríplice coroa (La Liga, Copa do Rei e Liga dos Campeões).  

A conquista da Liga dos Campeões 2008/09 mudou o atacante de patamar no futebol mundial. Ainda novo, ele fez lances impressionantes ao lado de um time que marcou época, fez um dos gols na final contra o Manchester United e terminou a edição como o artilheiro com nove gols ao total. 

Foto de capa: FC Barcelona
João Felix

Já como referência, Messi seguiu se destacando no cenário mundial e, principalmente, no Campeonato Espanhol. Ele conquistou a La Liga pela terceira vez e foi o artilheiro da competição com 34 gols em 35 partidas, além de dez assistências no mesmo período. Além disso, levantou a “orelhuda” mais uma vez. 

A temporada de referência do camisa 10 foi de 2012/13, quando recebeu o apelido de “ET”, devido aos feitos. Além de ganhar o título espanhol, o argentino marcou impressionantes 46 gols e deu 12 assistências em 32 partidas da liga. Em mais um momento extraordinário Barcelona, Messi marcou cinco gols na mesma partida, quando o Barça goleou o Bayern Leverkusen por 7 a 1.

Na temporada seguinte, conquistou novamente o Espanhol e a Liga dos Campeões, além de marcar 43 gols no torneio nacional e dez na competição europeia. Em 2015/16, comandou a equipe para mais um título nacional e participou de 42 gols, sendo mais uma vez fundamental para o time catalão. 

Em 2017/18, o argentino garantiu mais um título nacional para a conta. Ao todo, foram 34 gols e 12 assistências em 36 jogos. Ainda na temporada, marcou seu gol número 500 no confronto contra o Real Madrid, principal rival. O Barcelona estava perdendo e Messi decidiu o jogo, além de entrar para a história do time catalão. Ele marcou o gol da virada, que foi o 500º da sua carreira, fez uma comemoração mais icônicas em pleno Santiago Bernabéu, casa do rival. 

Outra temporada genial foi em 2018/19, quando o camisa 10 do Barcelona adicionou mais um título à carreira vitoriosa. Messi marcou 51 gols em 50 partidas, sendo 34 na liga, 10 na Liga dos Campeões e três na Copa do Rei. 

Após uma trajetória vitoriosa e acumulando títulos individuais e em grupo, o último título pelo Barça aconteceu em 2021. O argentino venceu a Copa do Rei 2020/21 com direito a dois gols na final. 

Curiosidades do Messi no Barcelona:

Gols nas competições:

• Na La Liga, marcou 474 gols
• Na Liga dos Campeões, marcou 120 gols
• Na Copa do Rei, marcou 56 gols
• Na Supercopa, marcou 14 gols
•Na Supercopa da Uefa, marcou 3 gols
• No Mundial, marcou 5 gols

Rendimento com os comandantes:

• Messi e Guardiola: 211 gols e 79 assistências
• Messi e Luis Enrique: 153 gols e 66 assistências
• Messi e Ernesto Valverde: 112 gols e 46 assistências
• Messi e Frank Rijkaard: 42 gols e 18 assistências
• Messi e Tito Vilanova: 60 gols e 15 assistências
• Messi e Ronald Koeman: 38 gols e assistências
• Messi e Gerardo Martino: 41 gols e 14 assistências
• Messi e Quique Setién: 15 gols e 16 assistências

Oponentes favoritos:

• Sevilla: 38 gols marcados
• Atlético de Madrid: 32 gols marcados
• Valencia: 31 gols marcados
• Athletic Club: 29 gols marcados
• Real Madrid: 26 gols marcados
• Real Betis: 26 gols marcados
• Espanyol: 25 gols marcados
• Osasuna: 25 gols marcados
•Levante: 24 gols marcados

Tipos de gol:

• Em casa: 392
• Fora de casa: 260
• Campo neutro: 20
• Pênalti: 82
• Chute direto ao gol: 50

Goleiros que mais sofreram gols e quantidade:

• Diego Alves: 21
• Gorka Iraizoz: 18
• Iker Casillas: 17
• Andrés Fernández: 17
• Diego López: 14
• Iván Cuéllar: 13
• Roberto Jiménez: 13
• Andrés Palop: 12
• Pau López: 12
• Toño: 12

⦁ É o segundo maior marcador da história LaLiga (474 ​​gols). Apenas Cristiano Ronaldo (476) foi o jogador que marcou mais gols do que o argentino;
⦁ Marcou 672 gols pelo Barcelona em todas as competições. Desde a temporada 2008/09, ele marcou mais de 30 gols em cada uma em suas últimas 13 temporadas, sendo a temporada 2011/12 sua melhor (73 gols);
⦁ É o único jogador a ter marcado mais de dez gols em uma única temporada da LaLiga em 15 campanhas diferentes, marcando 50 gols na temporada 2011/12. Este é o melhor recorde de um jogador da LaLiga em uma única temporada;
⦁ Marcou durante 21 jogos consecutivos do campeonato entre novembro de 2012 e maio de 2013, a corrida mais longa de um jogador na competição de todos os tempos
⦁ Marcou contra 38 times diferentes em sua carreira na LaLiga, mais do que qualquer outro jogador na competição.
⦁ Lionel Messi é o artilheiro no “El Clásico” (26 gols) e no clássico da Catalunha x Espanyol (25);
⦁ Marcou 15 gols no Santiago Bernabéu em todas as competições, mais do que qualquer outro local como visitante;
⦁ É um dos únicos dois jogadores a atingir 100 gols na Liga dos Campeões (120), depois de Cristiano Ronaldo (134)
⦁ O primeiro jogador a marcar cinco gols em um único jogo da UCL (contra o Bayern 04 Leverkusen em março de 2012 no Camp Nou
⦁ Um dos seis jogadores que marcou mais de 50 gols na Copa do Rei de todos os tempos, e o único a ter marcado em seis finais diferentes da Copa do Rei;
⦁ Ganhou seis Bolas de Ouro;
⦁ Jogador mais jovem a marcar 400 gols por um único clube;

*Dados coletados do Opta

Em destaque