Carregando

Buscar

Futebol

Em carta, Richarlison relembra trajetória e pede por mais investimento no esporte: ‘Ainda há a disparidade’

Compartilhe

Após ser campeão olímpico com a Seleção Brasileira, o atacante Richarlison se pronunciou através de uma carta emocionante.

Pedindo mais investimento nos esportes, o atleta declarou: “Passou da hora de nosso país entender que esporte não é só um cara chutando no gol ou enterrando a bola numa cesta: é bem-estar, saúde, disciplina e segurança. Nós levamos o nome do nosso país ao mais alto nível com muito orgulho, geramos exposição e rendimentos, além de representar nossa gente e nossa bandeira. Então, nada mais justo do que haver um retorno mais significativo.”

No desabafo, o camisa 7 fez questão de relembrar suas origens e também os demais campeões olímpicos dessa edição: “O resultado desse esforço quase sobre-humano de realizar os seus sonhos serão novas Rebecas, Rayssas, Alisons, Ana Marcelas, Heberts, Isaquias, Darlans, Thiagos, enfim… meninas e meninos que surgirão adiante só porque foram inspirados por cada um de vocês.”

Foto destaque: Atsushi Tomura/Getty Images)

João Felix

Por fim, o jogador parabenizou os demais atletas e demonstrou o sentimento que sente ao defender a camisa canarinho. “Tenho muito orgulho de fazer parte disso e de ser conterrâneo de todos vocês! Obrigado por tudo e parabéns a todos atletas do Time Brasil! Vocês são verdadeiros heróis e campeões.”

 

Veja a carta na íntegra:

Queridos atletas do Time Brasil,

Gostaria de dividir algo com vocês e com o nosso povo.

Pisar em solo olímpico é o grande sonho de todo atleta. Trazendo para a minha praia, o futebol, os jogadores da minha idade cresceram assistindo à luta da Seleção até chegar ao tão sonhado ouro. Foram anos e anos de tentativas, frustrações, derrotas, lágrimas, até aquele gol de pênalti do Neymar no Maracanã, em 2016. Por esse e diversos outros motivos, eu sempre quis estar aqui.

O meu caminho foi barra pesada, como o da maioria dos meninos que sonham em jogar bola, e como muitos de vocês em seus esportes também. Tive uma infância difícil, vim de família humilde e tive que ralar um bocado para chegar aonde cheguei. Quantas vezes fecharam a porta na minha cara… Eu perdi a conta. Mas persisti, batalhei e consegui. Bom, acho que isso é comum a todos nós que estamos aqui no Japão.

Por isso, desde que eu cheguei aqui, acompanhei e vivi as Olimpíadas ao máximo. Assisti as competições, vibrei, torci, fiquei bravo com juiz, xinguei, me emocionei e, mais do que isso: conheci trajetórias lindas de seres humanos de muita luta e perseverança, atletas que chegaram ao auge de seus esportes com pouco ou nenhum tipo de apoio ou estrutura.

O resultado desse esforço quase sobre-humano de realizar os seus sonhos serão novas Rebecas, Rayssas, Alisons, Ana Marcelas, Heberts, Isaquias, Darlans, Thiagos, enfim… meninas e meninos que surgirão adiante só porque foram inspirados por cada um de vocês. Contudo, acho que o momento é de começarmos a pensar em deixar para as futuras gerações um maior investimento em esporte, desde a escola até o profissional; e de melhorar as condições para que nossos atletas possam desempenhar o melhor possível e viver daquilo que amam fazer.

Passou da hora de nosso país entender que esporte não é só um cara chutando no gol ou enterrando a bola numa cesta: é bem-estar, saúde, disciplina e segurança. Nós levamos o nome do nosso país ao mais alto nível com muito orgulho, geramos exposição e rendimentos, além de representar nossa gente e nossa bandeira. Então, nada mais justo do que haver um retorno mais significativo.

Peço desculpas por falar a respeito sem lugar de fala. O futebol realmente é o esporte com maior investimento no país, com boas estruturas nos grandes clubes e transmissão em todas as plataformas. Mas não podemos viver eternamente em uma bolha, onde apenas alguns poucos se destacam, pois, dentro do nosso próprio esporte, mais de 90% dos jogadores no nosso país ralam todo dia por um salário-mínimo ou menos. E ainda há a disparidade para o futebol feminino, que é ainda maior, apesar de toda a trajetória de lutas e conquistas das meninas nos últimos anos.

A partir de agora, gostaria de pedir licença a todos vocês para ser mais uma voz gritando bem alto para ajudar a mudar essa situação. Para que possamos dar a oportunidade às crianças, que hoje se inspiram nas nossas trajetórias, para que cheguem ao Olimpo do esporte.

Tenho muito orgulho de fazer parte disso e de ser conterrâneo de todos vocês! Obrigado por tudo e parabéns a todos atletas do Time Brasil! Vocês são verdadeiros heróis e campeões

Em destaque