Carregando

Buscar

Futebol

CBF se posiciona contrária ao retorno de público em jogos de mandantes; Atlético-MG entra na fila do STJD

CBF
Compartilhe

A CBF emitiu nesta quarta-feira (4) uma nota na qual se diz contrária à liminar emitida pelo STJD que autoriza o Flamengo a ter público em seus jogos como mandante nas competições nacionais (Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil). A entidade máxima do futebol brasileiro apontou que irá recorrer ao Pleno do STJD.

De início, a CBF cita o conselho arbitral, reunião realizada entre os 20 times da primeira divisão, onde o regulamento e diretrizes do campeonato são debatidas. Ela afirma que a permissão de torcida nos estádios é contraria ao acordo feito anteriormente entre os dirigentes. Confira a nota:

A respeito da liberação de público autorizada, em caráter liminar, pelo STJD do Futebol nas partidas de mando do Clube de Regatas do Flamengo no Campeonato Brasileiro da Série A 2021, a CBF esclarece que:

1. O pedido do C.R. Flamengo e a decisão proferida contrariam deliberação tomada pelos Clubes em reunião do Conselho Técnico da Série A, ocorrida em 24 de março de 2021 que, dentre outras questões, vedou a presença de público nos estádios até nova apreciação do assunto pelos Clubes. Tal vedação é objeto de Diretriz Técnica que integra expressamente o Regulamento Especifico da Competição.

2. Resolveram os Clubes, também, que nova apreciação da matéria somente ocorreria com a melhora dos índices epidemiológicos nas cidades-sede dos clubes participantes e desde que aprovado pelas autoridades sanitárias locais, em quantidade que garantisse a manutenção do equilíbrio técnico da competição.

3. Desde a temporada 2020, a Comissão Médica Especial da CBF implementou e vem aperfeiçoando continuamente seu protocolo sanitário para garantir a segurança de todos os envolvidos nas partidas de futebol.

4. A partir da melhora dos índices da pandemia e da liberação de várias atividades nos municípios, referida Comissão desenvolveu protocolo específico para o retorno do público aos estádios, com projeto-piloto a ser implantado a partir das quartas de final da Copa do Brasil, conforme amplamente divulgado pela imprensa, sempre zelando e priorizando a proteção à saúde da população. Qualquer partida realizada com público em desconformidade com tal planejamento inspira grande preocupação.

5. A CBF apresentará os esclarecimentos necessários ao STJD do Futebol e confia que o Pleno do Tribunal garantirá a manutenção do equilíbrio técnico da competição e a segurança dos torcedores.

Atlético-MG na fila do STJD

A exemplo do Flamengo, o Galo também irá ao STJD solicitar que os portões do Mineirão sejam abertos para o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. Vale lembrar que o governo de Belo Horizonte já autorizou o retorno de público para jogos internacionais. Nas quartas de final da Libertadores, por exemplo, o Atlético irá ter torcida no jogo contra o River Plate.

João Felix

Imagem de capa: Lucas Figueiredo/CBF

Em destaque