Carregando

Buscar

Futebol

Marcos Braz cobra Eduardo Paes por público no Maracanã, que rebate: “Protocolo bem ruim”

Compartilhe

O vice-presidente de Futebol do Flamengo, Marcos Braz, e o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, protagonizaram um debate no Twitter, na manhã desta quarta-feira (28), sobre a volta do público nos jogos de futebol realizados no Maracanã. Na publicação em que o político informa sobre a retomada de aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 na capital fluminense, o dirigente rubro-negro respondeu questionando: “Que legal! Agora poderemos jogar no Maracanã com público?”.

Paes rebateu Braz, dizendo: “Vereador, na hora que a secretaria de saúde autorizar. Doido para ver o Rio voltar ao normal. Inclusive com as vitórias e títulos do Flamengo. Se puder (o que anda difícil) com meu ‘Vascão’ também fazendo bonito! As autoridades sanitárias me comandam. Sem radicalismos. Nem de um lado nem de outro”. E o VP do clube carioca não deixou barato: “Tomara que seja o mesmo profissional de saúde que liberou para Copa América e final da libertadores. Estou na torcida”.

João Felix

O prefeito carioca voltou a responder o vereador. “Em tempo 2: ambas as finais solicitaram 10% de ocupação. Me parece (parece, porque é tudo ‘de boca’ ou no Twitter) que vocês (Flamengo) querem 30%. Quem sabe pleiteando o mesmo já que é essa a sua base de comparação. Formaliza aí.  Aguardamos ansiosos. E publica a cópia do pleito aqui”. Além disso, Paes voltou a adicionar mais comentários sobre as falas de Braz, afirmando que, ao entrar em contato com a secretaria de saúde, classificou o protocolo do Flamengo para volta da torcida no estádio como “bem ruim”.

Foto: Divulgação/Alexandre Vidal/CR Flamengo

Em destaque