Carregando

Buscar

Futebol

Por ter furado a bolha de saúde do país, Boca terá que mandar jovens a campo ou perder pontos no Argentino

Compartilhe

A ida ao Brasil para enfrentar o Atlético Mineiro pode ter custado mais um prejuízo ao Boca Juniors, além da eliminação, multas pelos atos na saída de campo do Mineirão e a demora para liberação na saída da delegacia de Belo Horizonte. Por terem furado a bolha de saúde da Argentina, o Ministério da Saúde do país não permitiu a entrada dos 24 jogadores principais, que viajaram à capital mineira, nas duas próximas rodadas do campeonato nacional.

Assim, o Boca Juniors terá duas opções para o confrontos contra Banfield, no próximo sábado (24): mandar uma equipe formada apenas por jovens a campo, com o agravante de que estes já atuaram nesta sexta-feira (23) em duelos da base do clube; ou simplesmente não se apresentar para a partida e perder os pontos, mas lembrando que estes 24 jogadores também não podem entrar em campo para enfrentar o San Lorenzo, na próxima terça-feira (27).

João Felix

O Ministério da Saúde alega que os atletas do Boca Juniors estariam colocando os jogadores adversários em risco, sendo necessário o isolamento dos mesmos por sete dias. O clube de Buenos Aires ter ficado “preso” na delegacia de BH para prestar esclarecimentos após a confusão causada ao fim da partida contra o Galo seria um agravante da situação, já que eles voltaram para a Argentina apenas na última quarta-feira (21).

Foto: Reprodução/Getty Images

Em destaque