Carregando

Buscar

Futebol

Botafogo é condenado a pagar dívidas com Cortez e pode sofrer penhoras

Compartilhe

O Botafogo foi condenado a pagar R$ 630 mil ao lateral-esquerdo Bruno Cortez, que atualmente defende o Grêmio, de acordo com o portal “Extra”. A decisão já transitou em julgado, logo não cabe recurso, e o clube carioca precisa fazer o depósito em, no máximo, 48 horas.

A partir do veredito, indicado pelo juiz José Monteiro Lopes, da 36ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, o Botafogo é obrigado a pagar tal valor ao jogador de 34 anos, caso contrário corre risco de sofrer penhoras. A condenação ao Glorioso veio justamente após o mesmo informar, na tarde desta sexta-feira (23), um acordo para parcelamento de outra pendência, referente à ausência de pagamentos de IPTU de sua sede entre fevereiro de 2014 e novembro de 2015.

João Felix

Leia a íntegra da nota do Botafogo sobre a possibilidade de penhora da sede de General Severiano:

“O Botafogo vive uma luta diária para enfrentar as dívidas enquanto busca uma solução econômico-financeira definitiva. Recentemente, foi noticiada uma ordem de penhora da sede de General Severiano referente a ausência de pagamentos de IPTU de fevereiro de 2014 a novembro de 2015. Embora seja um dos maiores símbolos históricos, as gestões anteriores não cumpriram com as obrigações e correu-se o risco de um incalculável prejuízo institucional e patrimonial.

Nesta sexta-feira (23/7), foi pactuado o parcelamento da dívida existente, acordo que irá proteger o local onde estava situada a Loja Oficial de eventual risco de execução, leilão ou adjudicação.”

Foto: Reprodução/Getty Images

Em destaque