Carregando

Buscar

Futebol

Equipe de Dudu tentou intermediar venda de Rony para ‘liberar’ a camisa de número 7 no Palmeiras

Compartilhe

A “disputa” envolvendo a camisa de número 7 do Palmeiras teve um episódio um tanto quanto inusitado. De acordo com informações da “Gazeta Esportiva”, o estafe do atacante Dudu participou da negociação que quase levou Rony para o futebol dos Estados Unidos. No entanto, as duas partes não chegaram a um acordo e o jogador segue no Verdão.

O intuito da equipe que intermediou o negócio era “abrir espaço” para que Dudu pudesse voltar a atuar sem disputas no elenco e, de quebra, conseguir de volta a camisa de número 7, que pertence a Rony. Quando Dudu teve seu retorno confirmado, o estafe chegou a pedir a camisa 7 para a diretoria, que ele usou entre 2015 e 2020. No entanto, o pedido foi recusado. Neste sentido, o jogador optou por usa a camisa 4+3, que é uma somatória que resulta no número 7.

João Felix

Imagem de capa: Cesar Greco/Palmeiras

Em destaque