Carregando

Buscar

Futebol

Rogério Ceni não aceita acordo e Flamengo terá que pagar multa integral a ex-técnico

Compartilhe

O Flamengo demitiu Rogério Ceni na madrugada do último sábado e anunciou Renato Gaúcho como o novo comandante horas depois. No entanto, o ex-treinador não aceitou a proposta de acordo feito pela diretoria para desligá-lo do cargo, e irá receber o contrato integral.

De acordo com o “Jornal Extra”, Ceni tinha vínculo com o clube carioca até o fim de 2021 e ainda quase R$ 3 milhões a receber. Em seu contrato, o técnico recebia parte na carteira e parte como prestador de serviço, com direito de imagem. Com a demissão, o Flamengo precisa pagar multa em cima do valor da carteira.

Além disso, devido à nova regra do Campeonato Brasileiro não poderia desligar um novo técnico até o fim do campeonato. O novo regulamento prevê que cada equipe só poderá ter dois treinadores durante a competição, a menos que o profissional peça a demissão. Assim, poderá ter um novo comandante. 

Foto de capa: Alexandre Vidal/Flamengo
João Felix

Em destaque