Carregando

Buscar

Futebol

Diretoria do Flamengo se reúne e avalia demissão de Rogério Ceni

Compartilhe

O clima está cada vez mais quente no Flamengo. Após a demissão do analista de scout que teve áudio vazado criticando Rogério Ceni, a diretoria do clube se reuniu, nesta sexta-feira, para discutir a permanência do treinador à frente da equipe.

De acordo com o jornalista Venê Casagrande, do jornal “O Dia”, Rodolfo Landim, Marcos Braz e Bruno Spindel discutiram, sem a presença do comandante, a possibilidade de demiti-lo diante dos últimos acontecimentos. 

A situação de Ceni está cada vez mais insustentável. A relação com os jogadores não é a mais a mesma e há críticas constantes da maneira de comandar os treinos e também a equipe em campo. O jornalista ressalta que alguns dizem que o comandante não consegue ser tão claro nas orientações durante as atividades, com direito a respostas debochadas do comandante durante alguns questionamentos nas atividades.

Foto de capa: Alexandre Durão
João Felix

Além disso, Ceni tem dificuldade de gerir o grupo e ter postura em momentos de dificuldade. Ele não tem conseguido reverter quadros de adversidade nos jogos e no dia a dia. Os resultados recentes também estão pesando para cogitar a demissão.

No entanto, embora seja o desejo de muitos torcedores, os dirigentes têm cautela, já que o Flamengo irá iniciar a disputa nas oitavas de final da Libertadores na próxima semana, e não conseguirá buscar alguém no mercado para substituir o treinador.  Bem como no Brasileirão, que houve alteração na regra e há limite para demitir e contratar técnicos para a continuidade do torneio.

Em destaque