Carregando

Buscar

Futebol

Após ser deixado de lado em convocação para as Olimpíadas, Caio Henrique estuda atuar pela Espanha

Compartilhe

Convocado com frequência por André Jardine para a seleção olímpica, Caio Henrique foi surpreendido ao ser deixado de fora da lista final para a disputa dos jogos de Tóquio. Neste sentido, o lateral-esquerdo obteve cidadania espanhola e, de imediato, foi procurado pela federação do país para uma possível convocação. O jogador não descarta a possibilidade. 

“Realmente existe o contato (com Federação Espanhola) e acredito que seja muito normal e natural por se tratar de um jogador como o Caio Henrique, que possui passaporte espanhol desde o ano passado, é identificado com o país, pois acabou sua formação como atleta no Atlético de Madrid”, disse Lecca De Camargo, representante do lateral e sócio do ex-jogador Deco, que é empresário do jogador.

Atualmente com 23 anos, Caio conseguiu o passaporte espanhol em razão dos três anos que morou em Madri, quando defendeu as cores do Atlético. Mesmo jogando atualmente pelo Monaco, ele mantém sua residência na Espanha. Segundo seus representantes, o contato da Federação veio, inclusive, por meio de um dirigente do ex-time.

João Felix

Caio possui por perto um bom exemplo de como é possível se destacar por outro país, visto que Deco, brasileiro de nascença, defendeu as cores de Portugal. Pelas categorias de base do Brasil, Caio Henrique atuou 11 vezes, sendo titular no Pré-Olímpico.

Imagem de capa: Arquivo Pessoal

Em destaque