Carregando

Buscar

Futebol

Rogério Caboclo é acusado de assédio moral por diretor da CBF

Compartilhe

Depois receber acusações de assédio sexual e moral, Rogério Caboclo foi denunciado pelo diretor de Tecnologia da Informação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Fernando França. O presidente afastado é acusado de assédio moral por Fernando, segundo o “Globo Esporte”.

A denúncia à Caboclo foi registrada na última terça-feira (22), na Comissão de Ética da CBF. No documento em questão, Fernando França teria afirmado que denunciou Rogério Caboclo por “condutas ilícitas e repugnantes”, além de ter pedido a instauração de um novo processo ao presidente afastado. O diretor disse ter sido difamado, injuriado e que sofreu agressões ameaçadoras. O novo caso teria sido ocasionado pela perda do controle de Caboclo após as acusações de assédio moral e sexual feitas por uma funcionária, segundo a denúncia. 

João Felix

Rogério Caboclo está afastado da presidência da CBF desde o último dia 6 e ficará fora, a princípio, por 30 dias, mas existe a intenção da prorrogação do afastamento, que já teria sido manifestado pela Confederação, que segue investigando as denúncias. 

Foto: Getty Images

Em destaque