Carregando

Buscar

Futebol

Rodrigo Caio revela que relação com Diego Aguirre foi o que motivou sua saída do São Paulo: “Não foi leal”

Rodrigo Caio
Compartilhe

Rodrigo Caio participou da primeira edição do programa “Coisa de Crente”, da “NETFÉ.TV”, e deu declarações fortes sobre sua passagem pelo São Paulo. Durante a conversa com o Pastor Juninho, o zagueiro revelou que Diego Aguirre, ex-treinador tricolor, foi o responsável pela sua saída da equipe.

“Chegou um treinador que na minha visão não foi leal comigo da forma que eu gosto de ser com as pessoas. E ali foi o primeiro momento que eu senti que era hora de eu sair do São Paulo, senão eu acabaria com a minha carreira. Não era mais feliz e não estava me sentido bem”, afirmou Rodrigo Caio referindo-se a Aguirre, hoje técnico do Internacional.

Seguindo no bate-papo, o jogador comentou sobre a sua quase participação na Copa do Mundo de 2018. Na época, ele disputava uma vaga com Pedro Geromel, do Grêmio, mas uma lesão impediu a sua convocação. Além disso, Rodrigo pontuou que sempre foi torcedor do São Paulo e que gostaria de ter ganho um título com a equipe. Vale lembrar que ele esteve na conquista da Copa Sul-Americana em 2012.

“Era muito jovem quando estreei no São Paulo, tinha 17 anos. Infelizmente, não tive a oportunidade de ganhar títulos – que é o que marca. Em 2018 eu tive uma lesão, duas semanas antes da Copa do Mundo. Estava na disputa com o Geromel e acabei não conseguindo ir, acredito muito pela questão da minha lesão. […] Espero que em 2022 eu tenha essa oportunidade”, afirmou.

Foto: Alexandre Durão

João Felix

Em destaque