Carregando

Buscar

Futebol

Esposa de Jô defende jogador da polêmica envolvendo a chuteira e critica torcida do Corinthians: “Vocês não estão sendo fiéis”

Compartilhe

A esposa de Jô foi às redes sociais nesta terça-feira após o atacante do Corinthians ganhar os noticiários por ter usado uma chuteira verde, o que motivou a diretoria do clube aplicar uma multa no atacante. 

Cláudia Silva gravou um vídeo longo no Instagram e disse que não considera certo o tratamento que seu marido recebeu. Além disso, criticou a postura da torcida corintiana afirmando que alguns torcedores estão pisando nos jogadores. Ainda afirmou que a chuteira não era verde, mas sim azul. 

“Uma visão distorcida, ou a pessoa é daltônica, não sei como descrever. Confundiu azul-turquesa com verde”, disse Cláudia. “Quando eu vi a covardia que fizeram com meu marido, que tentaram né, pois foi provado que a chuteira não era verde. Mas isso precisa acabar. Futebol não é isso, futebol é alegria”.

Foto de capa: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
João Felix

Em nota divulgada à imprensa, Jô reforçou que as chuteiras eram azuis. Também é o que diz o site da Nike, fabricante do calçado. A chuteira, de nome Mercurial Vapor 14, é classificada como azul.

“Vocês têm que respeitar a família do atleta. Ofenderam minha cunhada, mandaram mensagem para o Instagram dela. Vocês não podem fazer isso. Vocês não estão sendo fiéis. Vocês estão pisando nesses meninos Cássio, Gil, Jô, Fagner”, disse. “Até peço desculpa às pessoas que eu citei o nome, eu não tenho esse direito. Eu posso falar do meu marido. Mas são pessoas que estão derramando lagrimas dos olhos. A maioria é corintiano, meu marido é corintiano”. 

Cláudia também criticou Jô pelo silêncio, pois acha que os jogadores em geral devem lutar mais pelas suas liberdades. 

“Achei que meu marido falou muito pouco, tinha que ter falado mais. É isso que falta nos jogadores, se posicionar mais. Não deixar serem escorraçados de um restaurante porque estão passando o final de semana com a família. E vem aquele pânico. É uma dor, uma vergonha que a gente passa. Esses eu não considero torcedores, mas sim aqueles que criticam dentro do jogo, dentro da razão”.

Confira a nota oficial de Jô:

“Gostaria de deixar expresso nessa nota que eu jamais usaria uma chuteira verde, pela minha história dentro do Corinthians, que é o clube que amo e conheço desde pequeno não desrespeitaria a torcida e muito menos a tradição do time.

Sempre honrei essa camisa e sempre vou honrar, obrigado, que Deus abençoe a todos.”

Em destaque