Carregando

Buscar

Futebol

Noruega, de Erling Haaland, pode ser banida pela Fifa por protestos contra a Copa do Mundo de 2022 no Catar

Compartilhe

De acordo com o jornal britânico “Daily Mirror”, a Fifa pode banir a Noruega da Copa do Mundo de 2026. A sanção seria uma resposta aos protestos e posicionamentos contrários à realização do mundial de 2022 no Catar, país asiático que possui em seu histórico possíveis violações aos direitos humanos. Além da proibição, a seleção seria obrigada a pagar 40 mil francos suíços, o equivalente a R$220,58 mil.

O veículo norueguês “NRK” informou que a Federação de Futebol da Noruega irá decidir neste domingo (19) a favor ou contra o boicote ao local escolhido para receber o torneio de seleções. Antes disso, jogadores noruegueses, incluindo Erling Haaland, do Borussia Dortmund, realizaram protestos silenciosos com frases em camisetas. Durante a disputa das Eliminatórias, frases como“Direitos humanos dentro e fora do campo” foram estampadas.

O “The Guardian” relatou em fevereiro de 2021 que, pelo menos, 6.500 trabalhadores migrantes morreram no Catar desde que o anúncio da Copa do Mundo foi feito há dez anos. As causas das mortes são desconhecidas, mas podem indicar problemas com as condições de trabalho.

Foto: Getty Images

João Felix

Em destaque