Carregando

Buscar

Futebol

Deschamps ameniza mal estar entre Giroud e Mbappé: “Precisamos ter lugar na equipe para todos”

Compartilhe

Quem achava que o clima na seleção francesa, atual campeã do mundo e principal favorita a conquista da Eurocopa, era apenas de positividades, se enganou. O técnico Didier Deschamps veio se manifestar publicamente dizendo que conversou com os atacantes Olivier Giroud e Kylian Mbappé para aliviar a tensão entre os dois. “Falei com eles, como faço com outros. Jogadores de alto nível são fáceis de lidar. Ok, eles têm ego, mas não sei se é questão de ego. São competidores e um equilíbrio precisa ser encontrado. Precisamos ter lugar na equipe para todos”, disse o treinador ao jornal “L’Équipe”.

Para entender o caso, é preciso voltar ao pós-jogo do amistoso entre França e Bulgária, quando os Bleus saíram vitoriosos por 3 a 0. Apesar de ter marcado dois gols, Giroud não se mostrou satisfeito com a quantidade de passes que recebeu. “Dizem que sou discreto, mas às vezes peço bolas e elas não chegam. Procuro fazer as tabelas possíveis com meus companheiros, tento dar soluções na área. Com duas assistências de Ben Yedder e Pavard consegui terminar bem o jogo, mas poderíamos ter marcado mais gols se tivéssemos sido mais eficientes”, disse o jogador do Chelsea.

João Felix

Apesar de não ter seu nome citado por Giroud, Mbappé “vestiu a carapuça” e afirmou não ter gostado do centroavante ter levado o assunto para o público pela imprensa e não ter tratado do mesmo internamente. ”Dei os parabéns (a Giroud pelos gols) no vestiário e ele não me falou nada. Depois, fiquei sabendo pela imprensa (das reclamações). É mais o fato de falar publicamente, eu teria preferido no privado, com mais conversas no vestiário. Mas isso não é um problema, são pequenas coisas. A equipe não precisa de nós para atrapalhar”, comentou o camisa 7 do PSG.

Foto: Reprodução/Getty Images

Em destaque