Carregando

Buscar

Futebol

Por dívida com jogador de basquete, Justiça determina penhora do troféu da Libertadores do Vasco

Compartilhe

Na última quinta-feira (10), o juiz Ronaldo Santos Resende, da 78ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1), determinou a penhora do troféu da Libertadores de 1998 conquistada pelo Vasco. A informação é do portal “Esporte News Mundo”.

A ação diz respeito a um processo de Nick Okorie, ex-ala armador do antigo time de basquete do Vasco. A defesa do atleta havia solicitado a penhora do troféu da maior competição da América e teve a decisão favorável. Vale ressaltar que a decisão só foi deferida, pois não seria possível realizar a penhora de dinheiro de premiações e direitos de transmissão com o Grupo Globo e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Okorie foi jogador do Vasco entre outubro de 2018 e abril de 2019. O jogador cobrava uma dívida no valor de R$117.734,40 alegando a falta de pagamentos como férias, saldo de salário, Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço (FGTS), além de multas. Em setembro de 2020, as duas partes acordaram o valor de R$42.900 mil em dez parcelas, mas não houve pagamento.

Foto: Reprodução/Twitter/Libertadores

João Felix

Em destaque