Carregando

Buscar

Futebol

Marcos Braz, vice-presidente do Flamengo, aposta em queda precoce do River Plate na Libertadores

Alexandre Vidal
Compartilhe

Durante o sorteio das oitavas de final da Libertadores, Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo, foi o convidado especial da “FLA TV” para comentar os possíveis confrontos da fase. O dirigente analisou que o River Plate não está em um bom momento e, segundo ele, pode cair contra o Argentinos Juniors.

“Eu acho que passa o Argentinos Juniors no jogo contra o River. São duas equipes em momentos diferentes, o Argentinos Juniors, primeiro time do Maradona, está vivendo um bom momento”.

O Flamengo se classificou como primeiro no Grupo G e iria enfrentar o segundo colocado de outro grupo. No sorteio, ficou definido que a equipe rubro-negra irá enfrentar o Defensa Y Justicia, do grupo do Palmeiras. Sobre o duelo, Marcos Braz deixou claro que preferia evitar, mas destacou pontos positivos.

“É o que sempre falo, não mudo minha narrativa. Eu sempre torço para que não pegue argentino. Caiu, vamos jogar, vamos jogar com tranquilidade como se fosse qualquer um. Logística mais tranquila, sempre me preocupo com essas questões. Vamos analisar aí como vai ser o chaveamento, o caminho. A gente é otimista e analisa o caminho”.

Foto de capa: Alexandre Vidal/Flamengo
João Felix

O dirigente ainda comentou sobre o duelo entre Atlético-MG e Boca Juniors. Para ele, será um jogo “pedreira”, além de não classificar o chaveamento do Flamengo como bom.

“É pedreira (risos). É o Flamengo fazer o dever dele, do nosso lado tem o Inter, Vélez… querer achar que um Inter seja fraco é longe disso, tem muita tradição. Do outro lado está um pouco mais salgado”.

Em destaque