Carregando

Buscar

Futebol

Presidente questiona erro em gol anulado do Internacional e irá encaminhar ofício para a CBF

Compartilhe

Depois do empate de 2 a 2 no domingo, contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro, o Inter irá encaminhar à CBF uma reclamação formal a respeito da arbitragem responsável pelo duelo. O Colorado questiona um pênalti marcado em favor do adversário e um gol mal anulado de Thiago Galhardo, que daria a vitória para o time nos acréscimos. A decisão foi informada pelo presidente Alessandro Barcelos por meio de seu Twitter.

Durante os comentários, o presidente inseriu o lance e questionou as decisões tomadas frente ao Internacional na última temporada. “O Campeonato Brasileiro de 2021 está iniciando como terminou a edição passada, com prejuízos graves ao Inter”, comentou.

João Felix

Confira mensagem completa do presidente:

Colorados e Coloradas, sabemos que poderíamos e tivemos tudo para vencer na nossa estreia do Brasileirão. Tivemos a partida sob nosso controle e cometemos erros, que todos internamente se cobram e sabem que precisamos melhorar. Mesmo assim, um jogo se decide em mínimos detalhes e, é inadmissível a quantidade de erros crassos cometidos contra o Sport Club Internacional na partida diante do Sport. O Campeonato Brasileiro de 2021 está iniciando como terminou a edição passada, com prejuízos graves ao Inter. O VAR, que veio para ser uma ferramenta de auxílio à arbitragem, simplesmente foi ignorada no pênalti “cometido” pelo Mauricio. Os auxiliares, que tanto demoram para assinalar impedimentos claros (inclusive colocando em risco os atletas, que podem sofrer choques e lesões graves em jogadas escancaradamente irregulares). Agem com pressa para marcar uma saída de bola, que NÃO ocorreu, mesmo tendo a tecnologia para ajudar em um lance tão decisivo e importante. Buscamos e queremos ser propositivos sempre. Mas também temos o dever de nos posicionarmos institucionalmente. Estamos encaminhando uma representação à CBF nesta segunda-feira, cobrando e mostrando os lances em que fomos prejudicados grosseiramente. Ninguém quer benefício, queremos apenas uma não interferência da arbitragem no jogo e no seu resultado, seja com Inter ou qualquer outro clube. Sabemos que precisamos melhorar nossas atuações, temos total convicção que isso irá acontecer, com tudo que vem sendo realizado no dia a dia. Mas julgamos ser necessário pontuar estes acontecimentos que prejudicam o trabalho de todos. Temos uma longa temporada pela frente, com muitos objetivos grandes no nosso horizonte.

Imagem de capa: Ricardo Duarte/Internacional

Em destaque