Carregando

Buscar

Futebol

Consultor médico do Corinthians rebate crítica de Adriano, que afirmou ter sido “mal operado” em 2011

Compartilhe

O doutor Joaquim Grava, consultor médico do Corinthians e responsável pela operação de Adriano em 2011, quando o atleta ainda estava na equipe, rebateu a declaração do ex-atacante, que afirmou ter sido ‘mal operado’. Segundo o médico, a recuperação não ocorreu como o esperado por conta do próprio Imperador. 

“É um direito dele achar que foi mal operado, mas posso afirmar que o Adriano foi extremamente bem operado. Ele mesmo confessa que não cumpriu com as obrigações na recuperação, faltando a fisioterapia em várias oportunidades. Foi uma autoconfissão”, disse Joaquim Grava ao “UOL Esporte”. O médico ainda destaca o gol decisivo do Imperador contra o Atlético-MG naquele ano, sete meses após a operação, que encaminhou o título brasileiro dos alvinegros. “Se o Adriano tivesse sido mal operado como ele diz, não teria jogado e feito um gol importantíssimo pelo Corinthians”, complementou.

João Felix

A polêmica declaração de Adriano foi exposta durante o programa “Resenha ESPN”, que irá ao ar nesta sexta-feira (28). O Imperador divide a culpa de sua dificuldade em retornar aos gramados com os responsáveis pela operação no tendão calcâneo do pé esquerdo, realizada em abril de 2011. “Eu fui operado duas vezes no meu tendão. No começo, eu errei porque faltei a fisioterapia, mas me operaram mal”, afirmou.

Foto: Reprodução/Getty Images.

Em destaque