Carregando

Buscar

Futebol

Presidente do Santiago Wanderers, do Chile, tem parte da casa destruída e é alvo de ameaças

Compartilhe

O presidente do Santiago Wanderres, do Chile, Rafael González foi alvo de duas tentativas de atentado no fim de semana. O dirigente, que não se feriu nos ataques, teve parte da casa destruída e virou alvo de ameaças de um grupo de torcedores.

Segundo o clube chileno, os vândalos atiraram fogos de artifício contra o imóvel no último domingo, um dia após o empate da equipe por 0 a 0 no campeonato nacional, que o time é lanterna. Em comunicado oficial, a diretoria repudiou o ataque e disse que González já havia sido vítima de insultos minutos depois do confronto. 

Confira a nota oficial na íntegra:

“O Santiago Wanderers deseja expressar sua mais profunda rejeição aos atos de violência que ocorreram esta tarde / noite na casa de nosso presidente, Rafael Gonzalez, depois que um grupo indeterminado de pessoas disparou um fogo de artifício que causou danos à frente e ao interior da casa, além de um episódio de ameaças e insultos sofridos no sábado pela família após o término da partida contra o O’Higgins.

O ataque registrado neste domingo não gerou feridos de qualquer tipo, mas sim vários danos materiais, enquanto a situação vivida ontem [sábado] foi gerada depois que um grupo de torcedores se aproximou da casa, quando o presidente estava no estádio Elias Figueroa Brander, para insultar e ameaçar os que estavam lá dentro, alterando por dois dias consecutivos a tranquilidade do bairro localizado no Cerro Playa Ancha.

Como parte fundamental do patrimônio social e cultural de Valparaíso, condenamos em absoluto este tipo de prática, que é contrária aos valores institucionais e esportivos inculcados ao longo dos mais de 128 anos de história de Santiago Wanderers”.

Foto de capa: Getty Images
João Felix

Os membros da diretoria do clube se colocaram à disposição das autoridades para investigar os responsáveis pelo crime e ressaltou o compromisso por meio de diálogo e respeito. 

Em destaque