Carregando

Buscar

Futebol

Após recusar o Corinthians, Renato Gaúcho afirma que trabalhar no Rio seria unir o útil ao agradável

Compartilhe

O treinador Renato Gaúcho falou pela primeira vez nesta sexta-feira (21), em evento de revitalização da Calçada da Fama do Maracanã, sobre o “não” ao Corinthians para assumir o comando técnico do clube e indicou preferência por trabalhar no Rio de Janeiro. 

No evento, Renato concedeu entrevista ao “Globo Esporte” e justificou a recusa ao convite corintiano. “Achei melhor agora curtir minha família, a praia que eu gosto, o chope que eu gosto de beber, meus amigos, fazer as coisas que eu sempre gostei de fazer. Estou trabalhando há quase cinco anos direto, é até bom para você descansar um pouco a cabeça. Pode ter certeza que eu vou sentir saudade e daqui a pouco estarei de volta”, disse. 

João Felix

Desempregado desde que deixou o Grêmio no início deste ano, com um trabalho de cinco temporadas, Renato reconheceu a preferência por trabalhar no Rio de Janeiro outra vez, mas não fechou as portas para equipes de outros estados. “No momento quero curtir minha família. É lógico que, se um dia eu tiver que voltar a trabalhar no Rio de Janeiro, seria melhor em termos de que estaria próximo da minha família, moro aqui há mais de 30 anos, tenho meus negócios, minhas famílias, o que tenho está no Rio de Janeiro. Seria unir o útil ao agradável. Mas eu sou profissional e, daqui a pouco, quando eu cansar, se aparecer propostas, vou estudar todas com carinho. Quando eu cansar e sentir saudade, daqui a pouco eu volto”, afirmou. 

Foto: Reprodução/Getty Images.

Em destaque