Carregando

Buscar

Futebol

Sir Alex Ferguson teme que “não esteja no controle” de sua saúde após sofrer hemorragia cerebral

Compartilhe

Algumas cenas do documentário “Sir Alex Ferguson: Niver Give In”, que será lançado na próxima quinta-feira (27) no Reino Unido, começaram a ser divulgadas e algumas falas do ex-técnico sobre a hemorragia cerebral que sofreu em maio de 2018 chamaram a atenção. Assim, a lenda do Manchester United revelou que chegou a ficar com apenas 20% de chance de sobreviver após o ocorrido.

“Eu me perguntava quantos dias de sol iria ver novamente. Achei que seria difícil, chorava, sentia-me impotente. Odiava a possibilidade de vir a perder a memória. Teria sido um fardo terrível para a minha família”, contou o escocês sobre como se sentia no período de recuperação após a cirurgia de urgência, em trecho divulgado do filme.

João Felix

Considerados por muitos o maior treinador da história do futebol, Ferguson ainda fez uma comparação da situação complicada em que viveu com seus tempos áureos nos Red Devils. “Em relação à minha saúde, na verdade não estou no controle. No mundo do futebol, e no United, estou no controle da situação”, disse o ex-técnico de 79 anos.

Foto: Reprodução/Getty Images

Em destaque