Carregando

Buscar

Futebol Stick

Uefa anuncia que nove clubes desistiram oficialmente da Superliga; Barcelona, Real Madrid e Juventus são os remanescentes

Compartilhe

A Uefa anunciou nesta sexta-feira (07) os nove clubes que desistiram oficialmente de integrar o grupo da Superliga, competição criada e suspensa no início de abril. De acordo com o comunicado, Arsenal, Chelsea, Manchester City, Manchester United, Tottenham, Liverpool, Milan, Atlético de Madrid e Inter de Milão foram os desistentes. Barcelona, Real Madrid e Juventus permaneceram como clubes formadores.

Cada um dos times que voltou atrás em sua posição submeteu um documento intitulado “Declaração de Compromissos” e aceitou algumas medidas para que o caso fosse encerrado. Entre as situações acordadas estão:

  • O comprometimento em participar das competições da Uefa;
  • O retorno para a Associação de Clubes da Europa;
  • O encerrarramento do envolvimento com a Superliga;
  • O pagamento de duas multas: €100 milhões (R$636,23 milhões) em caso de participação de qualquer torneio não autorizado e €50 milhões (R$318,12 milhões) por descumprimento de alguma regra.
João Felix

“Estes nove clubes reconhecem e aceitam que o projeto da Superliga foi um erro e pedem desculpas aos torcedores, associações nacionais, ligas nacionais, outros clubes europeus e à Uefa. Eles também reconhecem que o projeto não tinha autorização dos Regulamentos e Estatutos da Uefa”, diz o comunicado.

Segundo o jornalista Fabrízio Romano, as equipes que desistiram formalmente sofrerão um corte de 5% nas receitas das competições europeias durante uma temporada. Já os clubes que não oficializaram o cancelamento do novo torneio devem sofrer punições de outros níveis.

Novas informações devem ser divulgadas nos próximos dias.

Foto de capa: Getty Images

Em destaque