Carregando

Buscar

Futebol

Presidente da Uefa quer excluir Real Madrid, Barcelona e Juventus de competições europeias por dois anos

Compartilhe

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, irá propor após a final da Liga dos Campeões, que será disputada entre Manchester City e Chelsea no próximo dia 28, no Estádio Olímpico Ataturk (em Istambul), que Real Madrid, Barcelona e Juventus sejam excluídos das competições europeias pelos próximos dois anos. O motivo é que os três clubes ainda não abandonaram oficialmente o projeto da Superliga Europeia.

A informação é do jornalista Juan Antonio Alcalá, do programa esportivo de rádio “El Partidazo de COPE”. Assim, tanto a dupla de gigantes espanhóis como a equipe de Turim só poderiam voltar a disputar a Liga dos Campeões ou a Liga Europa na temporada 2023/24, caso a proposta seja aceita pelos demais membros e clubes.

João Felix

Ainda nesta sexta-feira (7), o jornalista Fabrizio Romano havia informado que os outros nove clubes renunciaram oficialmente a participação na Superliga para a Uefa e terão uma multa de 5% das receitas concedidas às competições europeias que irão participar. Além disso, estes times teriam concordado com a entidade para serem multados em 100 milhões de euros (R$ 637 milhões na cotação atual) se tentarem jogar novamente em uma competição não autorizada pela mesma, como a Superliga, ou 50 milhões de euros (R$ 318,5 milhões) se violarem quaisquer outros compromissos com a Uefa.

Foto: Reprodução/Getty Images

Em destaque