Carregando

Buscar

Futebol

Presidente da Uefa garante punição aos clubes da Superliga e dispara contra Barcelona, Real Madrid e Juventus

Compartilhe

Aleksander Ceferin, presidente da Uefa, concedeu uma entrevista ao jornal “Daily Mirror” e falou a respeito dos clubes da Superliga. Segundo ele, os 12 clubes participantes receberão punições, mas em níveis diferentes.

“Todos têm de assumir as consequências do que fizeram e não podemos fingir que não aconteceu nada. Não podem simplesmente dizer que “estão nos castigando porque todos me odeiam’. Eles têm problemas por causa deles próprios. O que eles fizeram não ‘está ok’ e vamos ver nos próximos dias o que podemos fazer”, disse.

Para Ceferin, há uma diferença entre os 12 membros fundadores da Superliga. “Há uma clara diferença entre os clubes ingleses e os outros seis. Eles se retiraram primeiro, admitiram que cometeram um erro. Há alguma grandeza em dizer que se enganou”, opinou.

“Para mim há três grupos: os ingleses, que saíram primeiro, os outros três [Atlético Madrid, Milan e Inter] e a seguir os que acham que a terra é plana e pensam que a Superliga ainda existe [Real Madrid, Barcelona e Juventus]. Há uma grande diferença entre eles. Mas todos serão responsabilizados, veremos de que maneira”

disparou Ceferin

Apesar das ameaças, ele entende que não é o momento para falar em alguma punição para os clubes. “Não quero dizer processo disciplinar, mas tem que ficar claro que todos devem ser responsabilizados de uma maneira diferente. É disciplinar? É uma decisão do comitê executivo? Veremos. É muito cedo para dizer”, finalizou.

Foto de capa: Getty Images

João Felix

Em destaque