Carregando

Buscar

Futebol

Guardiola não apoia Superliga Europeia, mas ataca a Uefa: “A Uefa pensa por si própria”

Compartilhe

Ao contrário de Zidane, Pep Guardiola não fugiu ao responder sobre a Superliga Europeia. Apesar de ser o treinador do Manchester City, um dos fundadores, o comandante deixou claro que não apoia a ideia. No entanto, aproveitou para atacar a Uefa durante entrevista coletiva desta terça-feira.

Para o espanhol, os dirigentes do clube não se posicionaram corretamente, pois não deram detalhes mais claros sobre o conceito e como será essa nova liga. Ainda citou o Ajax, que não está no topo da Superliga, mas que já conquistou quatro títulos da Liga dos Campeões.

“A declaração (do anúncio da criação da Superliga) está lá, mas ninguém dá mais detalhes claramente. Eu adoraria que o presidente (da Superliga) explicasse como tomou essa decisão. Eu apoio meu clube. Amo fazer parte deste clube. Mas também tenho minha opinião. E como eu disse, não tenho todas as informações. Mas se você me perguntar por que essas equipes foram selecionadas para jogar esta competição hipotética no futuro… Um esporte não é esporte quando a relação entre esforço e recompensa não existe”.

Ainda completou: “Não é um esporte se o sucesso está garantido ou se não importa quando você perde. Já disse muitas vezes que quero uma Premier League de sucesso, não apenas uma equipe no topo. Eles (criadores da Superliga) precisam esclarecer porque essas equipes estão e outras não, como é o caso do Ajax, que tem quatro títulos da Liga dos Campeões”.

Foto de capa: Getty Images
João Felix

Apesar das críticas à proposta, Guardiola também aproveitou a entrevista para atacar a Uefa, dizendo que a entidade não pode tentar posar de vítima na história.

“No entanto, não seja cínico. Todos pensam por si. A Uefa pensa por si própria. No momento mais importante da temporada, quando lutamos por títulos, Lewandowski não jogou contra o PSG por ter se machucado em um compromisso internacional. A Uefa isso, pois é o seu próprio negócio. Todos pensam por si”.

O Manchester City é um dos fundadores da Superliga Europeia ao lado de Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Tottenham, Atlético de Madrid, Barcelona, Real Madrid, Inter de Milão, Juventus e Milan. 

Em destaque