Carregando

Buscar

Futebol

Cuca pede paciência a torcida do Atlético-MG: “Não sou o preferido, mas eu que estou aqui”

Compartilhe

Apesar de ter completado um mês à frente do Atlético-MG, o técnico Cuca sofre uma grande pressão da torcida nas redes sociais. O treinador afirmou no último domingo (18), após a vitória por 2 a 1 sobre o Boa Esporte no Campeonato Mineiro, estar se sentindo em um “interrogatório” na sala de imprensa. Já nesta segunda-feira (19), o Galo divulgou um vídeo em que o técnico pede paciência ao torcedor atleticano.

“Sei que não é o treinador preferido por parte de alguns torcedores, principalmente o virtual, mas hoje o torcedor tem que entender que sou eu que estou aqui. E sou eu que vou dar tudo de mim para tirar tudo desse grupo”, disse Cuca à “TV Galo”.

João Felix

“Eu entendo que a gente só vai poder vencer e ter uma chance boa na Libertadores se a gente criar uma família aqui no Galo. Definir um time é difícil. Definir e criar uma família no futebol é muito mais complicado. Requer muito mais tempo. Então, quando a gente se autopressiona, como a gente está fazendo agora, (atrapalha). ‘Quando o time vai jogar?’, ‘quando vai ter a resposta?’, essas coisas não têm uma data, um número pra eu dizer ‘daqui a 10 dias vamos estar assim, daqui a 20 dias…’, como a gente tem respondido nas coletivas, principalmente pós-jogo. O Galo, com 10 jogos, ganhou oito, é o melhor rendimento do Brasil, e a gente está se autopressionando muito”, completou o treinador.

Foto: Divulgação/Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

Em destaque