Carregando

Buscar

Futebol

LaLiga não encontra provas contra Juan Cala, acusado de ter cometido racismo com Diakhaby

Compartilhe

A organização do Campeonato Espanhol irá engavetar a acusação de racismo feita pelo zagueiro Mouctar Diakhaby contra o também zagueiro Juan Cala. O episódio teria acontecido no último domingo (4), quando o Cádiz, equipe de Cala, venceu o Valencia, time de Diakhaby, por 2 a 1 no Estadio Ramón de Carranza, pela 29ª rodada do Campeonato Espanhol.

Segunda a LaLiga, não foi encontrada nenhuma prova acusatória contra o defensor do clube da Andaluzia. Assim, foi contratada uma empresa de perito especialista em leitura labial, que limpou todo o ruído captado pelo som ambiente e não detectou qualquer insulto racista vindo de Capa direcionado ao francês.

João Felix

Segundo o relatório da empresa, as expressões ditas pelo espanhol direcionadas a Diakhaby encontradas foram os seguintes: “M…”, “Deixe-me em paz” e “Com licença, não fique chateado”.

Foto: Divulgação/Cádiz CF

Em destaque