Carregando

Buscar

Futebol

Braçadeira atirada por Cristiano Ronaldo rende R$ 430 mil para ajudar bebê

Compartilhe

A braçadeira de capitão atirada por Cristiano Ronaldo em um momento de fúria após gol anulado na partida entre Portugal e Sérvia foi leiloada por 64 mil euros (cerca de R$ 430 mil) para arrecadar dinheiro e ajudar no tratamento médico de um bebê sérvio.

O lance polêmico foi após o zagueiro Mitrovic dar um carrinho para interceptar a bola. Por não ter VAR, a arbitragem interpretou que a bola não tivesse entrado, mas no replay do lance foi possível ver que a bola tinha passado a linha do gol. 

O craque português não aceitou a decisão da arbitragem e atirou a braçadeira de capitão, além de ter deixado o campo irritado. O bombeiro Djordje Vukcevic, que trabalhava durante o jogo, pegou a braçadeira e decidiu doá-la para leilão com o objetio de arrecadar fundos para o tratamento de um bebê de seis meses, que sofre de atrofia muscular espinhal.

Foto de capa: Reprodução/Internet
João Felix

“Ronaldo estava agitado e jogou a braçadeira. Ela caiu bem ao meu lado”, disse Vukicevic. “Toda a nossa equipe concordou que esta braçadeira irá para o pequeno Gavrilo”, acrescentou.

Em destaque