Carregando

Buscar

Futebol

Rogério Caboclo dispara contra paralização: “Vocês estão f****** se não tiver futebol”

Rogerio Caboclo
Compartilhe

O jornalista Venê Casagrande, do “O Dia”, divulgou nesta terça-feira (23) trechos da reunião entre CBF e clubes no último dia 10 de março. No vídeo publicado, Rogério Caboclo, presidente da entidade, se posicionou de forma contrária à paralização do futebol e disparou contra os órgãos governamentais.

No trecho divulgado, oito presidentes das Série A e B do Campeonato Brasileiro aparecem, além de outros dirigentes fora do campo de visão. Na tela, Rodolfo Landim (Flamengo), Guilherme Bellintani (Bahia), Walter Dal Zotto (Juventude), Nilton Pinheiro (Brasil de Pelotas), Maurício Galiotte (Palmeiras), Sergio Coelho (Atlético-MG), Jorge Salgado (Vasco) e Duilio Monteiro (Corinthians) discutiram sobre o momento vivido pelo país e as decisões governamentais favoráveis à paralização esportiva.

Durante uma discussão em tom autoritário com Galiotte, Caboclo disparou contra os governadores que decretaram medidas de combate à Covid-19, que consequentemente impactaram no futebol. 

“As pessoas em casa sob bandeira vermelha, sob bandeira preta... eu não abrirei mão a não ser sob doutorado dos senhores de deixar de jogar as competições nacionais e retirar nas internacionais e incorporará as Estaduais... Então, por gentileza, vamos pensar agora: nós podemos parar o futebol? A Rede Globo não quer. Ninguém quer, seus patrocinadores não querem. E se parar sabe quando nós temos a segurança de dizer que a gente pode voltar? Nunca. No dia que o Governador do Mauricio disser que pode. No dia que o Prefeito de São Nunca disser que pode... Eu não vou estar a mercê de nenhum deles. Eu vou... Landim, Galiotte, todos os presidentes.. eu vou mandar no futebol brasileiro e vou determinar que vai ter competição e que vocês estão f****** se não tiver (futebol).”

disse Rogério Caboclo

Após a fala, Galiotte pediu “Podemos voltar a discutir esse assunto em outro momento, Rogério?”. Em tom ríspido, Caboclo rebateu “Por que em outro momento?”“Porque acho que a discussão é um pouco mais ampla, mas vou encerrar aqui a minha colocação”, respondeu o cartola do Palmeiras. Por fim, o presidente da CBF diz “Ótimo”.

Em determinado momento, o presidente do Avaí, Francisco Battistotti, pediu a palavra e demonstrou apoio a Caboclo. “Parabéns, Rogério, pela sua colocação. Parabéns por essa posição. O Avaí Futebol Clube acha a sua posição corretíssima”, afirmou. O mesmo não aconteceu com Nilton, do Brasil de Pelotas, que teve a palavra vetada.

Foto: Venê Casagrande/Jornal O Dia

João Felix

Em destaque