Carregando

Buscar

Futebol

Tradicionais rivais, Rangers e Celtic se unem em apoio a jogador vítima de racismo

Steven Gerrard Rangers
Compartilhe

Na manhã deste domingo (21), Celtic e Rangers empataram em 1 a 1 em confronto válido pela 32ª rodada do Campeonato Escocês. Apesar da rivalidade histórica entre as equipes, jogadores e comissões técnicas optaram por realizar um ato conjunto antes do apito inicial.

Na última quinta-feira (18), o atacante dos Rangers, Glen Kamara, declarou ter sido vítima de racismo na partida diante do Slavia Praga, pela Europa League. Neste domingo, então, os jogadores se uniram para realizar um ato de protesto contra o ato. Ao invés de se ajoelharem, atletas e comissões permaneceram em pé. Em entrevista antes do confronto, o treinador do Rangers, Steven Gerrard, explicou que a decisão de ficar em pé foi tomada de forma mútua. “Conversamos com os dois capitães e eles tiveram a decisão de permanecer em pé e lado a lado, nós (comissão técnica) vamos apoiar”.

Por meio do Twitter, o Celtic publicou uma foto do momento declarando apoio a Kamara: “Nós estamos com Kamara. Nós somos o Celtic FC e dizemos NÃO ao racismo”.

Foto: Getty Images

João Felix

Em destaque