Carregando

Buscar

Futebol

Fernandes, ex-volante do Botafogo, vence processo de R$ 700 mil contra o clube

Compartilhe

O Botafogo foi condenado pela Justiça do Trabalho a pagar R$ 689.997,37 ao volante Fernandes, que deixou o clube em 2020. A informação foi dada em primeira mão pelo site “Esporte News Mundo”. A pedida inicial do jogador era de R$ 1.104.543,73, no entanto, a Justiça aceitou a solicitação apenas parcialmente.

Os valores são referentes a salários, direitos de imagem, férias e multas que o Botafogo deixou de pagar ao jogador. A condenação ainda cabe recurso por parte do Alvinegro. O volante vestiu a camisa do Botafogo em 88 oportunidades.

Fernandes é cria da base do Botafogo e foi promovido em 2015 ao elenco principal. Daí em diante foi emprestado para Atlético-GO, São Bento e Guarani. Depois, ao fim de seu contrato, deixou o clube para jogar no Bashundhara Kings, de Bangladesh.

João Felix

Imagem de capa: Vitor Silva/Botafogo

Em destaque