Carregando

Buscar

Futebol

Jogador do Rangers é alvo de racismo na Liga Europa e Steven Gerrard sai em defesa; Slavia Praga nega

Rangers Slavia Praga
Compartilhe

O atacante Glen Kamara, do Rangers, teria recebido insultos racistas durante a derrota diante do Slavia Praga por 2 a 0 na Liga Europa. Segundo o jornal “Daily Mail”, o jogador foi atacado por Ondrej Kudela. O técnico Steven Gerrard cobra urgência na apuração do caso.

Kudela afirmou que chamou Kamara de “maldito” e que repudia qualquer preconceito. Em nota, o Slavia Praga negou que tenha acontecido qualquer tipo de insulto e confessou que Kamara agrediu Kudela no tunel dos vestiários.

A situação teria deixado representantes da Uefa surpresos e o jogador tcheco teve que ser escoltado pela polícia até o hotel. “Ele foi covardemente espancado com socos no rosto por Kamara, na presença de Steven Gerrard e sob a supervisão da Polícia Escocesa”, diz um dos trechos.

Foto: Reprodução

Confrontado após a partida, o treinador Gerrard declarou total apoio a Kamara: “Algo precisa acontecer rapidamente. Isso está acima de mim. Estou 100% ao lado de Glen Kamara, aconteça o que acontecer daqui para frente”

Segundo ele, o atleta teria ficado incomodado ao relatar a ofensa e cobrou a Uefa para resolver o caso: “A UEFA vai encarregar-se disso, tenho a certeza de que vão falar com os dois jogadores e vamos deixar que outras pessoas lidem com o assunto. Tudo o que posso confirmar é que meu jogador me disse que foi abusado racialmente”, completou.

Além da confusão, a partida entre Rangers x Slavia Praga terminou com Kemar Roofe expulso após atingir o rosto de Kolar, goleiro dos tchecos. No confronto em campo, o Slavia venceu por 3 a 1 no agregado e avançou para as quartas de final da Liga Europa.

Em destaque